#Notícias Unitoledo
 
 

Saulo: desafios para aprovação no mestrado

Saulo Capelari Júnior, aluno egresso do curso de direto, conta como foi ingressar no mestrado, seus desafios, o processo seletivo e quais as contribuições da evolução acadêmica na sua vida profissional.

Confira!

De onde surgiu a ideia de prestar um mestrado?

R: Bom, quando eu ingressei na graduação em 2017 o meu objetivo principal já era me tornar professor, esse sempre foi meu sonho, meu grande objetivo, para isso, desde então, eu já sabia que seria necessário ingressar em um bom programa de mestrado assim que eu finalizasse minha graduação.

Qual a sua linha de pesquisa escolhida para o mestrado? Qual foi a universidade de aprovação?

R: Eu fui aprovado no processo seletivo para a turma de 2022 do programa de Pós-graduação em Ciência Jurídica, vinculado ao Centro de Ciências Sociais Aplicadas da Universidade Estadual do Norte do Paraná (UENP- Campus Jacarezinho). A linha de pesquisa que escolhi é denominada como “Jurisdição, Direitos Fundamentais e efetividade da justiça”, refletindo perfeitamente minha atuação na pesquisa científica durante meus anos de graduação.

Como foi sua trajetória como universitário.

R: Olha, eu tive a honra e a oportunidade de ter uma longa trajetória como universitário no UniToledo. No meu primeiro ano, tive o privilégio de ser o primeiro bolsista do UniToledo a participar do “Primeiro Curso para Formação de Líderes Acadêmicos para o Século XXI”, desenvolvido e aplicado presencialmente pela Universidade de Harvard. Ainda no meu primeiro ano, eu já participava do grupo de pesquisa do Professor Moacyr Miguel de Oliveira, o qual ainda tenho a honra de compor ativamente. Durante todos os anos de graduação eu participei do ENPEX e do SEPESQ, apresentando os resultados da minha pesquisa. No meu terceiro ano, graças ao currículo que eu já possuía, tive a oportunidade compor a delegação brasileira que

representou nosso país na “Youth Assembly” e em um congresso internacional na ONU. Ademais, durante esse período, tive bons mentores, Professor Renato, nosso coordenador e o Professor Moacyr, graças aos seu esforços me orientando, eu pude apresentar trabalhos em universidades como: PUC-PR, FDRP-USP, UFMG, UNEMAT, dentre outras, e, no âmbito internacional apresentamos um trabalho na AFM KRAKOW UNIVERSITY, o qual será publicado na Europa e indexado à bibliotecas na Espanha e Portugal. Essa minha trajetória somente foi possível pois me entreguei por completo para a educação, e acreditei de todo meu coração, que esses cinco anos de graduação, iriam transformar a minha vida completamente, sou eternamente grato a todos que de alguma maneira fizeram parte da minha formação.

A UniToledo fez a diferença para essa aprovação? Por quê?

Sem dúvida alguma!! O UniToledo me deu oportunidade de crescimento, não posso jamais negar isso. O corpo de professores do curso de Direito é simplesmente espetacular, sou eternamente grato a todos pelos ensinamentos e experiências que tivemos ao longo desses cinco anos.

Por que é tão importante focar na carreira acadêmica mesmo antes de sair da graduação?

A nossa vida como um todo é um grande quebra-cabeça, o foco na carreira acadêmica já na graduação é fundamental, não somente para aqueles que querem ser docentes/pesquisadores, como eu, mas para todos os profissionais do Direito, a educação transforma vidas, focar desde a graduação nos ajuda a poupar tempo, além de consequentemente aprimorar nossas habilidades enquanto pessoas, acadêmicos e profissionais.

Por qual motivo é tão importante aproveitar todas as oportunidades oferecidas pela instituição?

Eu tive a grata oportunidade de aproveitar literalmente todas as oportunidades que o UniToledo nos dá, o resultado a médio longo prazo deve ser o foco, temos sim resultados imediatos, mas no futuro, podemos colher bons frutos. Ao participar destas oportunidades, pude construir um sólido currículo, mesmo sabendo que ainda tenho muito a aprender, tenho orgulho de dizer que pude aproveitar o máximo que consegui. Vale a pena!

O elo entre o cidadão e o Estado. Esta é uma forma simples de definir a complexidade das relações que envolvem a atuação do profissional da área de Direito. Participe de palestras, visitas técnicas a tribunais e fóruns, cursos de oratória e de preparação para os exames da Ordem dos Advogados, estude as relações do Direito com outras ciências e a contemporaneidade, e tenha uma nova visão do mundo.